Ribeira do Neiva mostra fibra de candidato no Gerês

Ribeira do Neiva mostra fibra de candidato no Gerês

O GDR Ribeira do Neiva venceu no Gerês, por três bolas a zero, conseguindo a segunda vitória em dois jogos na série B da I Divisão. Os geresianos deram boa resposta, mas foram impotentes perante um adversário com mais armas.

A partida abriu praticamente com uma soberana oportunidade de golo para a equipa forasteira, num pontapé de penálti após um corte de Pereira com a mão. Na conversão, o guarda-redes Zicas agigantou-se e travou o remate de João Gama.

O Ribeira do Neiva chegaria à vantagem pouco depois, num desvio de Tiago de cabeça, a coroar a boa entrada da equipa de Rui Silva, que teve meia hora de muito bom nível.

Aos 38 minutos, os ânimos aqueceram, com os geresianos a criticarem o trabalho da equipa de arbitragem: Nabiça parece segurar a bola fora da área, o árbitro marcou falta, mas voltou atrás após consultar o assistente, o que gerou muitos protestos.

O lance fez despertar o GD Gerês, que passou a chegar a terrenos mais adiantados. Aos 43 minutos, a equipa da casa teve uma boa oportunidade para empatar, mas Nabiça negou o golo a Márcio na cobrança de um livre, defendendo também a recarga.

No melhor momento dos geresianos, seria o Ribeira do Neiva a chegar ao segundo golo, numa cabeçada de Russo, que surgiu completamente solto na área, mesmo em cima do apito para o intervalo.

A ganhar por 2-0, na segunda etapa, a equipa de Rui Silva controlou o jogo, embora não se tenha livrado de alguns sustos, porque o GD Gerês mostrou sempre muita vontade de chegar à baliza adversária, embora tenha jogado muito mais com o coração do que com a cabeça.

Aos 76 minutos, Zé Sardão esteve perto de reduzir a desvantagem, numa boa jogada individual, mas voltou a esbarrar na firmeza de Nabiça. Minutos depois, num lance de cabeça, Dinho atirou por cima.

Do lado contrário, o Ribeira do Neiva ia ameaçando o terceiro golo, que chegaria já em cima do minuto 90, numa boa finalização de Rafa, lançado em profundidade nas costas da defesa adversária.