Oito jogadores do Palmeiras têm de regressar ao Brasil
  • Oito jogadores do Palmeiras têm de regressar ao Brasil

    O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) confirmou, em comunicado, a detenção de um «cidadão estrangeiro» que se assumiu como o responsável do Palmeiras FC e também pela vinda dos jogadores para o clube, «por existirem fortes indícios da prática do crime de auxílio à imigração ilegal».

    «O mesmo será hoje presente à autoridade judiciária para aplicação de medidas de coação», diz o comunicado do SEF, que ontem realizou uma acção de fiscalização no Palmeiras FC.

    «No decorrer da acção inspectiva, foram identificados 13 cidadãos estrangeiros que se encontravam a pernoitar nas instalações do clube em causa, sem que houvesse quaisquer condições adequadas para o efeito. Entre os cidadãos encontravam-se, pelo menos, dois que viram recusado o visto de estada temporária para o exercício de actividade desportiva amadora, que haviam solicitado no consulado português no seu país de origem», diz a missiva enviada à comunicação social.

    O SEF notificou ainda oito jogadores para abandonar voluntariamente o país.