Falcão abriu o caminho para o regresso do Caldelas às vitórias

Falcão abriu o caminho para o regresso do Caldelas às vitórias

Depois de duas derrotas consecutivas, o Caldelas regressou aos triunfos ao derrotar o Movimento Juventude da Póvoa por três bolas a uma. A diferença pontual na tabela classificativa (19 pontos) ficou bem latente no desenrolar do jogo, embora a equipa da casa tivesse criado a primeira oportunidade de golo, por intermédio de Pintos, logo aos cinco minutos.

Os caldelenses reagiram a falharam mesmo uma pontapé de penálti. Chico defendeu o pontapé de Nani e também a recarga de Falcão. Mas Falcão (12’) acabaria por inaugurar o marcador, após um canto de Nani. O guardião da casa, que foi retardando o segundo golo da equipa do Caldelas, saiu lesionado no reinício da partida.

Na segunda parte, os visitados aceleraram o andamento e, aos 58 minutos, Simão marcou o segundo dando mais tranquilidade à equipa. A partir daqui, o Caldelas foi gerindo a almofada de dois golos e apenas marcou o terceiro nos acréscimos da partida por intermédio de Fredo.

Antes do apito final, os da casa reduziram a desvantagem e também viram o jogador expulso por alegada agressão a um jogador do Caldelas.

O árbitro não teve influência no resultado.

Ficha

Jogo no Campo M. J. da Póvoa – Palmeira – Braga
Árbitro: João Carmo / Auxiliares: Fernando Pereira e Ricardo Pereira
Intervalo: 0 – 1

MJ Póvoa 1
Chico (Cunha 53’), Rafa, Leonel, Diogo e João, Ruca, Gel, Zé Diogo e Fábio, Pintor (Rafa 58’), Bruno (Joel 78’) e Fábio (Russo 65’).
Treinador: João Sá

GD Caldelas 3
Vasco, Tita (Lucas 86’), Dino, Chavi e Gusto, Fogaça, Nani, Dias e Falcão (Macedo 72’), Alfredo e Simão (Né 78’). Treinador: Vítor Magalhães

Marcadores: 0 – 1, Falcão aos 12’, 0-2, Simão 58’, 0-3, Alfredo 90+2’ e 1-3, Joel, 90+4.

Cartão Amarelo: Tita aos 40’ e Fogaça aos 83.
Cartão Vermelho: Dino aos 90+5.