Carção atira Prado para fora da Taça

Carção atira Prado para fora da Taça

O GD Prado caiu logo na 1.ª eliminatória da Taça de Portugal ao perder em casa com o CD Carção por duas bolas a uma. A equipa transmontana, que ainda não começou a competir no campeonato da AF Bragança, iniciou o jogo com um golo madrugador.

Aos 26 segundos, a bola caiu nas costas da defesa pradense, na entrada da área Rúben e Diego disputam a bola, com o ponta-de-lança a ganhar o lance. Diego chegou com a cabeça onde as mãos de Rúben não chegaram.

O Prado reagiu bem, empurrou o adversário para o seu meio campo defensivo e o jogo passou a ter apenas um sentido: a baliza do Carção.

Aos 10 minutos, Bruno Silva, não aproveita um bom passe de Diego, que o deixou isolado na cara de Gabi e rematou à figura do guarda-redes.

O Prado continuava a pressionar e a jogar bem e Diogo ainda aqueceu as mãos de Gabi antes do golo do empate que surgiu a dois minutos do intervalo.

Diogo tirou um bom cruzamento e Bruno Silva correspondeu com um bom golpe de cabeça.

Na segunda parte, o Prado foi adormecendo com o andar do relógio dando assim oxigénio ao Carção, que começava a acreditar que era possível ganhar no Faial.

Aos 50 minutos, após cruzamento de Sobrinho, Bruno Silva, ao segundo poste, cabeceou para as mãos de Gabi.

Esta foi a única oportunidade do Prado antes de o adversário chegar ao segundo golo. Aos 73 minutos, o argentino Maki apontou um canto e o central Gabriel cabeceou para o fundo da baliza.

Zé Nuno mexeu na equipa, com a entrada de Bié e Bonjardim para tentar chegar pelo menos ao empate. Mas apesar de ter pressionado mais nos últimos minutos no jogo não conseguiu marcar mais nenhum golo e foi afastado da Taça de Portugal.

Boa arbitragem.

Ficha do jogo

Parque de jogos do Faial

Árbitro: Rui Lima (V. Castelo)
Afonso Barbosa e André Carvalho

GD Prado 1
Rúben; Sobrinho, Moreira, Ni, Rafinha, Rafa, Diego, Ferreira (Bonjardim, 73’), Diogo (Cláudio, 65’), Maka (Bié, 73’) e Bruno Silva.
Treinador: Zé Nuno Azevedo

CD Carção 2
Gabi; Luís (João, 85’), Leo, Gabriel, Ribeiro, David, Maki, Heleno (Finati, 58’) (Farias, 62’) Diego, Micoli e Hudson.
Treinador: António Forneiro

Golos: 0-1, por Diego (1’), 1-1, por Bruno Silva (42’) e 1-2, por Gabriel (72’).
Amarelo a: Heleno (53’), Maki (90+2’), Gabriel (90+4’), Diego (90+5’).